Quem somos?

O “público sujeito participante” do projeto é composto pelo universo de aproximadamente 17.000 servidores técnico-administrativos dos sete campi da USP de diversos setores e áreas de atuação. Muitos estudantes e docentes são colaboradores dos cursos, palestras e outras ações educadoras do processo. Alguns docentes especialistas na área socioambiental e de educação universitários foram convidados para serem tutores ou para compartilhar seus saberes em determinados momentos do processo.

O que é ser PAP1 no processo formativo dos servidores da USP?

O presente documento busca expressar um pacto de responsabilidades entre todos os que se dispuseram, e se dispuserem oportunamente, a atuar no processo formativo dos servidores da USP, como Pessoas que Aprendem Participando – PAP1. Esse processo, caracterizado como permanente e continuado, adota como princípio a Pesquisa Ação Participativa, no sentido de colaborar na construção de uma Universidade Sustentável que educa e se educa para a sustentabilidade socioambiental.

O grupo PAP1é o primeiro conjunto de pessoas que atua como Círculos de Diálogos ou Comunidades de Aprendizagens Participativas, buscando multiplicar por toda a Universidade a educação comprometida com a sustentabilidade socioambiental. Ele se constitui em instância original e deflagradora de processos que buscam capilaridade em toda a Instituição, constituindose, portanto, como referência sobre a qual recai a responsabilidade de ser exemplar, dando o testemunho daquilo que se propõe aos demais.

1. Os PAP1, objetivando contribuir para o delineamento e aprimoramento de todo o processo formativo, se comprometem com os pontos a seguir: Participar de reunião ordinária mensal e das imersões semestrais de aprofundamento;

2. Comprometer-se com a realização das tarefas definidas nas reuniões dos PAP1;

3. No campus onde atua (está lotado), contribuir para convidar e envolver ativamente os tutores e palestrantes colaboradores e para articular os tutores com os PAP2; promover encontros presenciais dos PAP2; contribuir para que as atividades de EaD e Educom tenham a sua repercussão no campus otimizada; contribuir no gerenciamento das atividades e na orientação de bolsistas, estagiários e voluntários;

4. Colaborar na elaboração da Política Ambiental da USP;

5. Monitorar participação dos PAP2, 3 e 4,por meio de registros e sistematizações da equipe de apoio do Projeto colaborando com as informações necessárias para a emissão de certificados de participação;

6. Participar da produção coletiva de estudos, pesquisas, artigos, textos e publicações sobre todo processo formativo;

7. Contribuir para a produção de materiais didáticos e atividades de EaD e educomunicação socioambiental destinados aos PAP 2, 3 e 4;

8. Promover a autonomia dos servidores da USP, de maneira que assumam as atividades educadoras voltadas à sustentabilidade socioambiental na Universidade e na Sociedade.

OS PAP2 são servidores experientes na área de meio ambiente dos sete campi da USP – Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto, São Carlos e São Paulo–que aceitaram o convite da SGA para:

  • participar da primeira etapa de Formação Socioambiental com carga horária de 100 horas (com aulas presenciais e realização de atividades práticas monitoradas) e também;
  • atuar com protagonismo na promoção de cursos para outros grupos de servidores.

Estes servidores PAP2 já atuavam com esta temática nos seus espaços de trabalho, coordenando comissões afins, participando de projetos decultura e extensão e científicos, de Educação Ambiental, ou atuando diretamente na gestão de resíduos, água, energia, áreas verdes, resíduos químicos, segurança do trabalhador, dentre outras.

Os principais conteúdos abordados na formação dos PAP2 foram:

1. Educação Ambiental

  • Históriae fundamentos da Educação Ambiental / EA;
  • Metodologias em Educação Ambiental;
  • Pesquisa-ação-participante;
  • Políticas públicas e legislação em EA.
 

2. Degradação ambiental e sustentabilidade

  • A insustentabilidade na sociedade atual, mudanças climáticas; indústria cultural e consumismo;
  • Visões de sociedade e sustentabilidade (conceitos e dimensões);
  • Política de Sustentabilidade na Universidade.
 

3. Gestão Ambiental

  • Diagnóstico socioambiental participativo;
  • Planejamento ambiental;
  • Legislação em Meio Ambiente;
  • Gestão Ambiental de água, energia, sistemas agroflorestais, resíduos sólidos;
  • Experiências exitosas de Gestão Ambiental nos campi da USP e em outras instituições.
 

4. EduComunicação

  • Comunicação, educação e participação
  • Registro e Sistematização do processo;
  • Ferramentas de Educomunicação;

A SGA busca parcerias com diversas instâncias da USP bem como a articulação institucional junto às diretorias de unidades e prefeituras dos campi para apoiarem localmente a realização da formação dos servidores.

Destacamos a parceria com a ESCOLA USP DE GESTÃO na certificação de todos os PAP e na implementação do projeto no campus de São Paulo.

Escola USP de Gestão: http://www.usp.br/escolausp/